RSS Feed

Nossas queridas revistas

Elas são o principal meio de informação sobre moda. Têm uma credibilidade imensa quando falamos desse assunto, e estão no mercado a tanto tempo que a maioria pode ter mais idade que você. As revistas de moda estão em todos os lugares e são as melhores amigas dos fashionistas.

LinkHoje vou falar um pouquinho sobre as principais revistas de moda do Brasil, sem destilar muito meu veneno nas opiniões. O objetivo é contar um pouco da história de cada revista, para entendermos como elas viraram referência.
ELLE:
Revista de moda, beleza e cultura, a ELLE foi criada na França por Hélène Gordon-Lazareff em 1945 e desde então sua história caminha junto à história da moda. Segundo o próprio site: “Descobrir Brigitte Bardot, apostar no talento de Cardin e de Courrèges, impor Chanel, abrir espaço para Françoise Sagan e transformar tops como Twiggy e Jean Shrimpton em verdadeiros mitos: ELLE fez tudo isso e muito mais.” E ainda completa: “Tudo o de mais importante do planeta fashion foi clicado pelas lentes da revista: o tailleur Bar de Dior, o smoking de Yves Saint Laurent, a míni, o minimalismo dos anos 1990. Folhear cada edição é entrar de cabeça na história da moda e do comportamento feminino.” Quem somos nós pra contestar?
Atualmente, ELLE existe em 41 países e tem 23 milhões de leitoras espalhadas pelo mundo. O editor da versão francesa é Robbie Myers, e a editora é o Grupo Lagardère.
A primeira edição da ELLE Brasil chegou às bancas em maio de 1988, com uma capa verde e amarela e a seguinte frase “Use e ouse o estilo ELLE.” Hoje a revista tem uma tiragem aproximada de 91mil exemplares, 235 mil leitores sendo a maioria mulheres com mais de 25 anos das classes A e B.
Primeiras capas ELLE: França e Brasil
Capa de aniversáril ELLE Brasil 23 anos com Gisele Bündchen e Lady Gaga para ELLE britânica.
VOGUE
Outro produto do ramo da moda, beleza e comportamento é a VOGUE. Lançada em dezembro de 1892 em Nova York por Arthur Baldwin Turnure e Harry McVickar, como um folhetim para as mulheres da alta sociedade. Seu primeiro editor-chefe foi Josephine Redding.
A história da VOGUE começou a mudar em 1909, quando foi comprada pela editora norte-americana Condé Nast, que reformulou seu conteúdo e transformou a revista em mensal, elevando seu nível para um império editorial internacional, uma das mais influentes do século passado. Hoje a edição americana, vista por muitos como a maior revista de moda do muno, é dirigida pela editora-chefe Anna Wintour, uma super profissional que tem a fama de não ser nada amigável. Essa fama teria inspirado a personagem de Meryl Streep no filme “O Diabo Veste Prada”

A VOGUE tem 18 edições no mundo, entre elas China, França, Espanha, México e Brasil. A edição brasileira é controlada pelas Edições Globo-Condé Nast e engloba as revistas Casa Vogue, Vogue Noivas, Vogue Passarelas e GQ Brasil, voltada para o público masculino. A primeira edição da VOGUE Brasil saiu em 1975 e atualmente tem uma tiragem de aproximadamente 68 mil exemplares.
Um das capas mais famosas da VOGUE com Naomi Campbell, Linda Evangelista, Tatjana Patitz, Christy Turlington e Cindy Crawford. Lady Gaga na VOGUE norte-americana.


Capa de aniversário de 36 anos da VOGUE Brasil com Kate Moss, e edição de julho de 2011 com 4 capas e Gisele Bündchen em todas elas.

Fotos: Retiradas da internet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: